NTT DATA Research revela que empresas de seguros aceleraram transformação digital durante a pandemia de COVID-19 | NTT DATA

NTT DATA Research revela que empresas de seguros aceleraram transformação digital durante a pandemia de COVID-19

Os líderes do setor de seguros avançaram um ano no processo de transformação digital nos primeiros 90 dias da crise sanitária

A NTT DATA acaba de anunciar os novos resultados do estudo “As companhias de seguro de vida e renda vitalícia aceleram a transformação digital” (Título original: L&A Insurers Shift Their Digital Transformation Into High Gear), que analisou a transformação que vem ocorrendo na indústria da vida e da renda vitalícia e constatou que o setor avançou o equivalente a um ano durante os primeiros 90 dias da pandemia e indicou que os líderes aceleraram significativamente os planos em 2020 com a chegada da COVID-19.De forma impressionante, cerca de 99% dos executivos de seguros de vida e renda vitalícia (L&A) acreditam na necessidade de uma mudança digital transformadora, enquanto 72% das operadoras estão migrando os modelos de negócios para a distribuição digital de produtos e serviços de outras empresas a fim de oferecer uma melhor experiência ao cliente.

Em meio à mudança das expectativas dos consumidores, ao ambiente de negócios conturbado e à atividade agressiva de fusões e aquisições, a pesquisa prevê como a próxima década será definida pelos novos modelos de negócios e pela rápida aceleração digital para o mercado de seguros. “Se a imprevisibilidade de 2020 nos ensinou alguma coisa é que a transformação digital não é mais apenas uma vantagem competitiva - é uma necessidade comercial”, disse Matt Provencher, presidente de Serviços Financeiros e Seguros da NTT DATA Services.

Segundo Provencher, este novo estudo demonstra como a tecnologia é essencial para que as empresas superem desafios sem precedentes e define o cenário de como as companhias de seguros podem aproveitar as oportunidades digitais ao longo da próxima década para alcançar novos níveis de agilidade nos negócios, satisfação do cliente e capacidade tecnológica.

A aceleração da transformação digital é agora

Com as necessidades dos clientes em constante evolução, os executivos de seguros estão priorizando a transformação e adotando uma nova onda de inovação por meio de plataformas de negócios digitais e ecossistemas. Enquanto antes de 2019, muitas dessas iniciativas se concentravam em atualizações tecnológicas para simplificar as operações e aumentar a produtividade, em 2021 os líderes estão percebendo como a tecnologia digital é fundamental para a aceleração do crescimento de novos negócios - com ferramentas como análise em tempo real, inteligência artificial (IA) e aprendizagem de máquina para melhorar a força de mercado e a vantagem competitiva. Os destaques do estudo revelam isso:

  • 42% das seguradoras criaram plataformas de negócios digitais, parciais ou completas;
  • 56% estão no processo de planejamento e desenvolvimento destas capacidades;
  • 38% estão incorporando tecnologias emergentes (Internet das Coisas, blockchain, IA e robótica);
  • 38% estão utilizando Big Data e análises para alcançar melhores clientes.

Concorrência e demandas de clientes impactando as estratégias de negócios

A necessidade de impulsionar a transformação não é mais uma questão de se as empresas devem, mas sim uma questão de quando e, para muitos - por que agora? O estudo da NTT DATA também analisou as principais tendências que podem impactar as estratégias de negócios da liderança nos setores de seguros e serviços financeiros pelos próximos três anos. Veja algumas das principais respostas:

  • Ambiente competitivo em constante mudança (47%);
  • Mais investimento em tecnologias digitais, como as Plataformas de Negócios Digitais (46%);
  • Crescente instabilidade política e socioeconômica (37%);
  • Mudança de demanda e comportamento do cliente (35%);
  • Aumento das multas regulamentares (33%);
  • Maior foco na sustentabilidade (22%).

Desafios permanecem

Embora se constate um incrível progresso digital nos primeiros 90 dias da COVID-19, muitas seguradoras ainda estão nos estágios iniciais da maturidade digital. Os principais desafios permanecem em relação à transformação digital - incluindo a arquitetura tecnológica, o desenvolvimento de um caso de negócios atraente e questões organizacionais.

Os resultados demonstram que:

  • 35% dos entrevistados realizaram investimentos em digital, mas sem qualquer estratégia abrangente ou roteiro;
  • Apenas 12% possuem um ecossistema de plataforma de negócios digital em funcionamento capaz de oferecer benefícios aos negócios.

Para que as empresas do setor possam tirar o máximo proveito de seus investimentos digitais, os líderes precisarão planejar e definir estratégias para aproveitar melhor as oportunidades de mercado e os avanços tecnológicos. O estudo da NTT Data deixa claro que a próxima década no setor de seguros será caracterizada por uma disrupção histórica e por uma reformulação completa dos modelos de negócios para acompanhar um cenário de consumo e competitividade em constante mudança.

O estudo apresenta uma visão detalhada de onde o progresso digital na indústria de seguros está sendo realizado - e onde não está. Com a pandemia de COVID-19 impactando os planos de muitas empresas em projetos digitais, a concorrência no mercado e as demandas dos clientes evoluíram, exigindo que os gestores de seguros reconsiderem e priorizem muitas iniciativas.

Faça o download do estudo aqui: https://insurtech-insurance.nttdata.com/

Os líderes do setor de seguros avançaram um ano no processo de transformação digital nos primeiros 90 dias da crise sanitária

Plano, Texas – 1 de junho de 2021 — A NTT DATA acaba de anunciar os novos resultados do estudo “As companhias de seguro de vida e renda vitalícia aceleram a transformação digital” (Título original: L&A Insurers Shift Their Digital Transformation Into High Gear), que analisou a transformação que vem ocorrendo na indústria da vida e da renda vitalícia e constatou que o setor avançou o equivalente a um ano durante os primeiros 90 dias da pandemia e indicou que os líderes aceleraram significativamente os planos em 2020 com a chegada da COVID-19.De forma impressionante, cerca de 99% dos executivos de seguros de vida e renda vitalícia (L&A) acreditam na necessidade de uma mudança digital transformadora, enquanto 72% das operadoras estão migrando os modelos de negócios para a distribuição digital de produtos e serviços de outras empresas a fim de oferecer uma melhor experiência ao cliente.

Em meio à mudança das expectativas dos consumidores, ao ambiente de negócios conturbado e à atividade agressiva de fusões e aquisições, a pesquisa prevê como a próxima década será definida pelos novos modelos de negócios e pela rápida aceleração digital para o mercado de seguros. “Se a imprevisibilidade de 2020 nos ensinou alguma coisa é que a transformação digital não é mais apenas uma vantagem competitiva - é uma necessidade comercial”, disse Matt Provencher, presidente de Serviços Financeiros e Seguros da NTT DATA Services.

Segundo Provencher, este novo estudo demonstra como a tecnologia é essencial para que as empresas superem desafios sem precedentes e define o cenário de como as companhias de seguros podem aproveitar as oportunidades digitais ao longo da próxima década para alcançar novos níveis de agilidade nos negócios, satisfação do cliente e capacidade tecnológica.

A aceleração da transformação digital é agora

Com as necessidades dos clientes em constante evolução, os executivos de seguros estão priorizando a transformação e adotando uma nova onda de inovação por meio de plataformas de negócios digitais e ecossistemas. Enquanto antes de 2019, muitas dessas iniciativas se concentravam em atualizações tecnológicas para simplificar as operações e aumentar a produtividade, em 2021 os líderes estão percebendo como a tecnologia digital é fundamental para a aceleração do crescimento de novos negócios - com ferramentas como análise em tempo real, inteligência artificial (IA) e aprendizagem de máquina para melhorar a força de mercado e a vantagem competitiva. Os destaques do estudo revelam isso:

  • 42% das seguradoras criaram plataformas de negócios digitais, parciais ou completas;
  • 56% estão no processo de planejamento e desenvolvimento destas capacidades;
  • 38% estão incorporando tecnologias emergentes (Internet das Coisas, blockchain, IA e robótica);
  • 38% estão utilizando Big Data e análises para alcançar melhores clientes.

Concorrência e demandas de clientes impactando as estratégias de negócios

A necessidade de impulsionar a transformação não é mais uma questão de se as empresas devem, mas sim uma questão de quando e, para muitos - por que agora? O estudo da NTT DATA também analisou as principais tendências que podem impactar as estratégias de negócios da liderança nos setores de seguros e serviços financeiros pelos próximos três anos. Veja algumas das principais respostas:

  • Ambiente competitivo em constante mudança (47%);
  • Mais investimento em tecnologias digitais, como as Plataformas de Negócios Digitais (46%);
  • Crescente instabilidade política e socioeconômica (37%);
  • Mudança de demanda e comportamento do cliente (35%);
  • Aumento das multas regulamentares (33%);
  • Maior foco na sustentabilidade (22%).

Desafios permanecem

Embora se constate um incrível progresso digital nos primeiros 90 dias da COVID-19, muitas seguradoras ainda estão nos estágios iniciais da maturidade digital. Os principais desafios permanecem em relação à transformação digital - incluindo a arquitetura tecnológica, o desenvolvimento de um caso de negócios atraente e questões organizacionais.

Os resultados demonstram que:

  • 35% dos entrevistados realizaram investimentos em digital, mas sem qualquer estratégia abrangente ou roteiro;
  • Apenas 12% possuem um ecossistema de plataforma de negócios digital em funcionamento capaz de oferecer benefícios aos negócios.

Para que as empresas do setor possam tirar o máximo proveito de seus investimentos digitais, os líderes precisarão planejar e definir estratégias para aproveitar melhor as oportunidades de mercado e os avanços tecnológicos. O estudo da NTT Data deixa claro que a próxima década no setor de seguros será caracterizada por uma disrupção histórica e por uma reformulação completa dos modelos de negócios para acompanhar um cenário de consumo e competitividade em constante mudança.

O estudo apresenta uma visão detalhada de onde o progresso digital na indústria de seguros está sendo realizado - e onde não está. Com a pandemia de COVID-19 impactando os planos de muitas empresas em projetos digitais, a concorrência no mercado e as demandas dos clientes evoluíram, exigindo que os gestores de seguros reconsiderem e priorizem muitas iniciativas.

Faça o download do estudo aqui: https://insurtech-insurance.nttdata.com/