Top of Heart: É possível criar conexões emocionais com clientes e colaboradores? | NTT DATA

qui, 15, junho, 2023

Top of Heart: É possível criar conexões emocionais com clientes e colaboradores?

Criar uma marca consistente, que seja coerente entre o que diz e o que faz, com uma identidade forte, que reflita valores como ética, responsabilidade social e ambiental ou que gere oportunidades de desenvolvimento, não é a linha de chegada, e sim o ponto de partida da jornada.

Esse é o conceito de "Top of Heart”, combinar todos esses fatores com uma experiência extraordinária, próxima e emocional para todas as pessoas que interagem com uma marca, sejam elas clientes, fornecedores, parceiros comerciais ou talentos.

Diferentemente da ideia de Top of Mind que prevaleceu nas últimas décadas, o objetivo do marketing não é mais se posicionar para que o consumidor tenha uma determinada marca em mente, agora, o desafio é mais abrangente.

Trata-se de gerar um vínculo afetivo, de modo que a lealdade das pessoas à marca não se baseie em questões de mercado (como o salário de um colaborador ou o valor de uma solução para um prospect), mas em aspectos emocionais.

A construção do Top of Heart requer, em primeiro lugar, uma visão centrada nas pessoas. Todas as decisões tomadas pela organização devem se concentrar nas pessoas. Dessa forma, o progresso da organização se baseia na evolução individual de cada um de seus integrantes.

Humanizar as relações

Para alcançar esse objetivo, é necessário humanizar as relações. Do lado dos clientes, é necessário gerar um conhecimento profundo para oferecer exatamente o que eles necessitam em um tempo hábil e, muitas vezes, deve-se ter uma visão além de suas necessidades. Isso é agregar valor real.

Do ponto de vista do talento, é necessário pensar no relacionamento a partir do bem-estar, apostando principalmente no "salário emocional", ou seja, tudo o que pode ser oferecido além do salário para que o talento possa desenvolver sua carreira profissional e, ao mesmo tempo, alcançar um equilíbrio adequado com seu propósito pessoal. Isso, no âmbito de uma cultura corporativa que promove a confiança, o respeito, a autonomia, a escuta ativa, a diversidade e a colaboração.

Além disso, é preciso gerar um impacto social positivo em cada ação realizada, com o suporte de uma comunicação transparente e honesta. Não se trata de fazer declarações teóricas, mas de ações mensuráveis e demonstráveis.

Quando tudo isso funciona, o círculo virtuoso é imediatamente ativado e são as próprias pessoas que se tornam as verdadeiras embaixadoras da marca para ajudar a impulsionar o modelo Top of Heart, cada uma a partir de seu próprio papel.

Concluindo, para responder à pergunta do título, a criação de conexões emocionais com clientes e colaboradores não é apenas possível, como também é uma etapa fundamental para alcançar níveis excepcionais de satisfação e fidelidade, reduzir a rotatividade, manter a relevância e, por fim, levar a organização a alcançar o seu sucesso.

 


Don't miss any updates

We’ll send you the latest insights from NTT Data straight to your inbox

Sign up to the newsletter

Related Insights

How can we help you

Get in touch