Operações Autônomas: Quatro casos de uso para conhecer o mundo que está por vir. | NTT DATA

sex, 07 junho 2024 - 6.01

Operações Autônomas: Quatro casos de uso para conhecer o mundo que está por vir.

Operações Autônomas: Quatro casos de uso para conhecer o mundo que está por vir

 

Aplicações práticas desse novo paradigma em setores de serviços financeiros, manufatura, saúde e logística.

 

Estamos entrando na era das Operações Autônomas (OA). Processos que contam com o suporte de uma combinação de tecnologias (como inteligência artificial, Internet das Coisas, análise avançada, entre outras), sem intervenção humana e capazes de tomar suas próprias decisões e aprender continuamente.

 

Embora esse seja um conceito que está dando seus primeiros passos no mercado, alguns dos benefícios propostos já podem ser observados. Alguns dos mais proeminentes são a eliminação da subjetividade nos processos de tomada de decisão (por exemplo, ao determinar se uma pessoa está apta a realizar uma determinada operação ou a ocupar um novo cargo), a minimização de erros devido à entrada ou manipulação manual de dados, um aumento sem precedentes na produtividade e a possibilidade de proporcionar experiências satisfatórias e altamente personalizadas aos clientes.

 

Isso não passaria de um conjunto de palavras ou definições, mas na NTT DATA estamos trabalhando em alguns projetos que nos permitem explicar, com exemplos, o impacto positivo da OA nos negócios e também em nossa vida cotidiana.

 

Hipotecas em minutos

 

Ao contrário do que se pensa, a OA não se restringe à automação das linhas de produção em fábricas, trata-se de um fenômeno que pode ser aplicado a qualquer setor e a qualquer função dentro da cadeia de valor de uma empresa.

 

Por exemplo, o setor financeiro pode aplicá-la para simplificar a compra de imóveis. A evolução das normas e dos processos no setor tornou a obtenção de uma hipoteca muito complexa, entre a triagem de risco e todos os documentos necessários para compor o processo do cliente.

 

A OA pode utilizar um agente inteligente com o apoio da IA para coletar os dados necessários (usando o sistema de hipotecas, o histórico bancário do usuário e as informações do imóvel), validá-los em tempo real e fornecer a solução on-line.

 

Custos mais baixos, riscos mais baixos, menos problemas

 

Exemplos semelhantes podem ser encontrados em diferentes setores. Na produção industrial, uma rede de agentes inteligentes pode ser implantada para lidar com a transferência de materiais entre fábricas, planejar e executar a produção e resolver problemas que possam surgir ao longo do caminho para melhorar os prazos de entrega, reduzir o estoque, reduzir os custos de transporte e evitar erros.

 

No segmento de saúde, um dos maiores desafios para os hospitais é manter as salas de cirurgia, de quimioterapia e de outros tratamentos perfeitamente limpas e desinfetadas. A maneira tradicional de fazer isso geralmente depende de dispositivos portáteis de luz ultravioleta que devem ser transportados e operados pela equipe. Além do custo, a luz ultravioleta gera riscos à saúde. Com a OA, robôs autônomos são usados para a desinfecção de instalações de forma econômica (com uma redução de custos de até 96% em cinco anos) e sem riscos para os profissionais.

 

Já uma empresa de logística pode usar a OA para manutenção preventiva da frota. A empresa automotiva da qual os caminhões são comprados se conecta ao banco de dados do veículo e analisa o histórico de manutenção de cada veículo e os problemas associados para programar reparos antes que os problemas ocorram. A redução de interrupções não planejadas pode ser reduzida em até 90% e a vida útil de cada veículo é estendida em uma média de dois anos e meio.

 

Estes são apenas alguns casos de uso de um paradigma que está prestes a se consolidar nos próximos anos e que gerará uma verdadeira revolução no mundo dos negócios, uma breve visão para entendermos melhor o futuro que já está chegando.

 

 


Don't miss any updates

We’ll send you the latest insights from NTT Data straight to your inbox

Sign up to the newsletter

Related Insights

Como podemos ajudá-lo?

Entre em contato conosco